setembro 5, 2006
setembro 12, 2006

Depois de um tempão lendo os e-mail’s posso emitir opinião sobre os assuntos tratados na discussão atual desta lista. É como se fosse um resumão(rsrsr)

A QUESTÃO GOOGLE x ORKUT:

Pois bem, apesar de meus sérios problemas com o Orkut, acredito que esse é um poderoso meio de encontros, relacionamentos. Na minha opinião, por min acabava por causa do seu feito alienante (ESTA É MINHA OPINIÃO) não posso negar a grande utilidade deste instrumento. Eu só quero lembrar a todos (entrando na questão) que não é pelo advento da informática que as grandes mazelas (RACISMO, PEDOFILA, PROSTITUIÇÃO) apareceram no planeta. Ou seja, estas “mazelas” já ocorriam antes da criação do espaço cibernético, elas só foram ampliadas, divulgadas com mais facilidade pelo radio, pela TV e pela internet. Em algumas postagem pude perceber que minhas colegas diziam sobre o correto uso desta ferramenta, ou melhor, educar as pessoas para que estas fiquem alertas para o que é noticiado ou sobre toda e qualquer informação colhida na internet (mais especificamente o Orkut). Acredito que as “mazelas” que cite acima vão continuar mesmo que o Orkut acabe, acredito que as “mazelas” só serão extintas quando houver uma educação que combata estas praticas.

AULA SOBRE INCLUSÃO DIGITAL (INTRISICAMENTE, SOFTWARE LIVRE):

Será que eu conseguiria resumir em uma única frase? Tipo: foi legal, ou foi muito significativo o aprendizado??? Realmente valeu a pena, mas infelizmente não da para resumi este tema complexo em uma simples frase. Mesmo porque o interessante observar que a inclusão primeiro deve se dar na área social. Assistimos um vídeo a respeito do assunto onde abordou o tema num tom político-público que enfocou o aspecto social. Uma peculiaridade é o fato de que a maioria dos excluídos digitais são das classes baixas (desfavorecidos) da sociedade. Alguns atores escrevem que a inclusão começa pela “inclusão sócio-cultural e depois a inclusão digital. Creio que não é só colocar uma pessoa na frente de um PC e lhe dar um “título” de incluído(a) digital. Vejo a questão como: mostrar a essa pessoa que existe (ou não existe) uma Lei que lhe garanta o direito ao acesso ao mundo digital. Se caso não exista como esta pessoa pode recorrer para conseguir este direito. Trabalhar a questão do que é ser realmente incluído tanto no social quanto no mundo digital. Ou seja, pela inclusão no meio digital possa formar um novo cidadão pro-ativo da sociedade. Este é que esta uns dos elos que interligam as novas tecnologias e a educação.

OBRIGADO PELA ATENÇÃO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *